PG jogos

Revisão Suzuki: preços e detalhes

Suzuki Jimny Sierra 2020 6

Seguindo nossa série de matérias com os valores das revisões das principais marcas no Brasil, agora chegou a vez de falarmos da Suzuki.

Sua linha atual é composta apenas pelo Jimny Sierra, já que Jimny, Vitara e S-Cross saíram de linha recentemente. Além deles, também vamos falar sobre os valores cobrados nas revisões dos descontinuados Swift Sport, Grand Vitara e SX4.

Um ponto interessante sobre a marca, e bem destacado por ela em seu site, é que a Suzuki do Brasil foi eleita pela sede como o tendo o melhor pós-venda da marca, numa avaliação que incluiu 50 distribuidores de diversos países.

Além das revisões programadas, a marca oferece serviços como o SZK Assistance (serviço gratuito de assistência 24 horas por 12 meses para todos os modelos 0 km), SZK Renova (peças seminovas e remanufaturadas com garantia), entre outros.

Falando sobre as manutenções obrigatórias, a marca informa que elas devem ser feitas a cada seis meses ou 10 mil km, o que ocorrer primeiro, sendo fundamentais para manter a garantia de 3 anos. Todos os valores podem ser divididos em até 4 parcelas.

Confira abaixo os detalhes e valores das revisões de cada modelo da Suzuki!

Jimny Sierra

suzuki jimny sierra 4style allgrip

A renovação do antigo Jimny não o tirou de linha, mas certamente oferece um pacote mais interessante. Estamos falando do Jimny Sierra, que é vendido em nosso mercado desde novembro de 2019.

Com visual mais moderno e simpático, a novidade apresenta um pacote completo para os aventureiros, incluindo suspensões por eixo rígido, tração 4×4 com reduzida e dimensões que permitem muita agilidade nas trilhas.

Diferente do irmão citado acima, ele é equipado com motor 1.5 16V aspirado, com 4 cilindros, entregando 108 cv e 14,1 kgfm. Outra mudança é que, além do câmbio manual de cinco marchas, ele também oferece a transmissão automática de quatro velocidades.

Por dentro, o Jimny Sierra também vai além e tem multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, faróis automáticos em LED, controle de estabilidade e tração, piloto automático, entre outros.

Tudo isso, porém, tem um preço. A tabela varia entre R$ 158.990 e R$ 181.990, enquanto suas revisões até os 60.000 km totalizam R$ 7,7 mil (MT) ou R$ 7,4 mil (AT).

RevisãoJimny Sierra MTJimny Sierra AT
10.000 kmR$ 798,00R$ 798,00
20.000 kmR$ 936,00R$ 936,00
30.000 kmR$ 1.591,00R$ 1.591,00
40.000 kmR$ 1.341,50R$ 1.341,50
50.000 kmR$ 798,00R$ 798,00
60.000 kmR$ 2.250,50R$ 2.016,50
TotalR$ 7.715,00R$ 7.481,00

Jimny

jimny 2022 1

O antigo modelo de entrada da marca no Brasil era também o mais conhecido: o pequeno e valente Jimny. Voltado para o uso nas trilhas, ele foi vendido em quatro versões, com preços inferioes ao irmão importado citado acima.

Por falar em preços, a chegada da nova geração fez o valor do modelo nacional subir bastante. A versão topo de linha Forest, por exemplo, foi lançada em janeiro de 2020 por R$ 94.990, mas depois não saía por menos de R$ 129.990.

As últimas novidades do Jimny vieram na linha 2022, com alerta do cinto de segurança, novo tecido para os bancos, skid plate preto e novas rodas pintadas na cor grafite.

Todas são equipadas com direção hidráulica, ar-condicionado, rádio com Bluetooth e vidros elétricos, enquanto itens como multimídia, bancos com revestimento premium e rack de teto vão sendo somados nas versões mais caras.

O que não muda é o motor 1.3 aspirado a gasolina, que entrega 85 cv e 11,2 kgfm de torque, sempre associado ao câmbio manual de 5 marchas. Com tração 4×4, esse conjunto dá conta do recado em qualquer terreno.

Por ter sempre a mesma motorização, as revisões são iguais para qualquer versão do Jimny, totalizando quase R$ 6 mil até os 60.000 km. Levando em conta que esse valor é parecido com diversos SUVs tradicionais, dá pra dizer que o custo de manutenção do pequeno Suzuki é salgado.

RevisãoJimny 1.3 4×4
10.000 kmR$ 774,00
20.000 kmR$ 942,00
30.000 kmR$ 856,00
40.000 kmR$ 1.389,50
50.000 kmR$ 1.056,00
60.000 kmR$ 1.023,00
TotalR$ 6.040,50

Vitara

Suzuki Vitara 2019

A linha atual da Suzuki também tinha modelos mais convencionais para brigar entre os SUVs no mercado brasileiro. Um deles era o Vitara, mas ele também já deu adeus aos brasileiros.

Com visual renovado na linha 2019, o modelo ganhou faróis em LED, nova tela central no painel de instrumentos e teto solar. Depois disso, o Vitara perdeu seu motor 1.6 de 126 cv, restando apenas o 1.4 turbo de 146 cv e 23,5 kgfm de torque, associado ao câmbio automático de seis marchas e com tração 4×4 Allgrip.

A lista de equipamentos traz airbags frontais, laterais, de cortina e joelho para o motorista, volante multifuncional em couro, ar-condicionado digital automático, multimídia de 9 polegadas, faróis e lanternas em LED, sensor de chuva, entre outros.

Falando sobre suas revisões, o Vitara segue o padrão da marca com paradas a cada 10.000 km. As seis primeiras totalizam R$ 6,2 mil para as versões atuais, enquanto a descontinuada 1.6 chega a R$ 7 mil.

RevisãoVitara 1.4 TurboVitara 1.6 AT (MT)
10.000 kmR$ 765,00R$ 770,00
20.000 kmR$ 1.053,00R$ 969,00
30.000 kmR$ 1.036,50R$ 1.256,50
40.000 kmR$ 1.347,00R$ 1.263,00
50.000 kmR$ 765,00R$ 770,00 (R$ 1.337,50)
60.000 kmR$ 1.276,50R$ 1.408,50
TotalR$ 6.243,00R$ 6.437,00 (R$ 7.004,50)

S-Cross

suzuki sx4 s cross 71 e1629251636592

O modelo da Suzuki mais caro atualmente é o S-Cross, vendido apenas na versão 4Style-S Allgrip por R$ 178.990. Ele vem com o mesmo motor 1.4 turbo de 146 cv e 23,5 kgfm citado acima, igualmente associado ao câmbio automático de seis marchas.

Com visual bem discreto (para não dizer cansado), o modelo oferece faróis automáticos em LED, câmera de ré, piloto automático, start/stop, seis airbags, entrada e partida sem chave, multimídia de 9 polegadas, ar-condicionado dual zone, acabamento em couro e rodas de 17 polegadas.

Por ter exatamente o mesmo conjunto do Vitara, os valores de suas revisões programadas não mudam. Até os 60.000 km, elas somam R$ 6,2 mil para a versão em linha e até R$ 7 mil para a antiga opção 1.6.

RevisãoS-Cross 1.4 TurboS-Cross 1.6 AT (MT)
10.000 kmR$ 765,00R$ 770,00
20.000 kmR$ 1.053,00R$ 969,00
30.000 kmR$ 1.036,50R$ 1.256,50
40.000 kmR$ 1.347,00R$ 1.263,00
50.000 kmR$ 765,00R$ 770,00 (R$ 1.337,50)
60.000 kmR$ 1.276,50R$ 1.408,50
TotalR$ 6.243,00R$ 6.437,00 (R$ 7.004,50)

Swift Sport

suzuki swift sport 5 door 8

Além dos modelos atuais, a Suzuki também oferece a manutenção para alguns que já saíram de linha por aqui. Esse é o caso do Swift Sport, que deixou nosso mercado no começo de 2017.

Isso ocorreu exatamente quando sua nova geração foi lançada no Japão, de onde ele era enviado para cá. A geração anterior era vendida desde 2014, com preços na casa dos R$ 80 mil e sempre com o mesmo motor.

Esse conjunto era formado pelo propulsor 1.6 aspirado de 142 cv e 17 kgfm de torque, associado ao câmbio manual de seis marchas. Bem leve, o Swift tinha um desempenho interessante, acelerando até 100 km/h em 8,7 segundos.

Para quem ainda tem um desse estacionado na garagem, vale dizer que suas revisões nas concessionárias não são baratas, ultrapassando os R$ 7 mil até os 60.000 km.

RevisãoSwift Sport 1.6 MT
10.000 kmR$ 900,00
20.000 kmR$ 1.052,00
30.000 kmR$ 1.051,50
40.000 kmR$ 1.052,00
50.000 kmR$ 1.429,50
60.000 kmR$ 1.537,50
TotalR$ 7.022,50

Grand Vitara

Suzuki Grand Vitara

A chegada do novo Vitara, no Salão do Automóvel de 2016, não tiraria de linha o Grand Vitara. Pelo menos foi isso o que a Suzuki prometeu, mas em janeiro de 2017 ele deu adeus ao mercado nacional.

Apesar dessa promessa, sua saída parecia iminente, pois o Grand Vitara não mudava o visual ou a motorização desde 2008. Ele era oferecido em oito versões, sempre com motor 2.0 de 140 cv e tração 4×2 ou 4×4.

Já o novo Vitara chegava com uma motorização mais moderna, novos equipamentos e um visual mais atualizado, além de ser oferecido na mesma faixa de preço. Estava claro qual teria a preferência da marca.

Em relação às suas revisões até os 60 mil km, não existe uma diferença tão grande entre as versões. A mais antiga V6 cobra um valor menor (R$ 5,8 mil), enquanto aquelas que tinham motor 2.0 variam entre R$ 5,9 mil e R$ 6,3 mil.

RevisãoGrand Vitara 2.0 AT (4×2 e 4×4)Grand Vitara 2.0 MT 4×2 (4×4)Grand Vitara 3.2 V6 4×4
10.000 kmR$ 913,00R$ 913,00R$ 833,00
20.000 kmR$ 913,00R$ 913,00R$ 948,00
30.000 kmR$ 1.064,50R$ 1.064,50R$ 984,50
40.000 kmR$ 913,00R$ 1.256,00 (R$ 1.373,50)R$ 948,00
50.000 kmR$ 1.106,00R$ 1.106,00R$ 1.026,00
60.000 kmR$ 1.064,50R$ 1.064,50R$ 1.099,50
TotalR$ 5.974,00R$ 6.317,00 (R$ 6.434,50)R$ 5.839,00

SX4

suzuki sx4 2012

Pra quem não se lembra, o SX4 foi o antecessor do S-Cross. Ele foi vendido por aqui até a chegada de seu substituto, o que ocorreu em 2015. Ele era importado e estava disponível aos brasileiros desde 2006.

Seu conjunto mecânico era composto pelo motor 2.0 16V a gasolina, que entregava 145 cv e 18,7 kgfm de torque, sendo associado ao câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro velocidades. A tração era sempre integral.

O custo de suas manutenções é quase o mesmo entre as versões com câmbio manual ou automático, se diferenciado apenas pela parada dos 50 mil km. No total, os valores ficam entre R$ 6,4 mil e R$ 6,8 mil.

RevisãoSX4 MTSX4 AT
10.000 kmR$ 934,00R$ 934,00
20.000 kmR$ 934,00R$ 934,00
30.000 kmR$ 1.285,00R$ 1.285,00
40.000 kmR$ 934,00R$ 934,00
50.000 kmR$ 1.525,00R$ 1.074,00
60.000 kmR$ 1.285,00R$ 1.285,00
TotalR$ 6.897,00R$ 6.446,00
google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no PG jogos, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.

PG jogos Mapa do site