PG jogos

Civic 2016: volta da versão EXR 2.0 ao portfólio

Civic 2016
Civic 2016

O Civic 2016 chegou ao mercado em sua nona geração e foi a penúltima a chegar ao mercado nacional, sendo produzido como as demais, em Sumaré-SP, onde atualmente a Honda só produz motores e componentes.

Atualizado e estiloso, o Civic IX era um sedã médio com linhas bem próximas às do New Civic, com colunas A alongadas sobre o capô, tendo quebra-ventos falsos e aplique no lugar das vigias do Civic XIII.

Com olhar expressivo, bem como traseira com lanternas em LED, o Civic 2016 manteve a dupla de motores R 1.8 e 2.0, que mantinha o carro ainda agradável.

Mesmo assim, o Honda Civic manteve sua boa proposta de custo-benefício com as versões LXS 1.8 manual, LXS 1.8 automática, LXR 2.0 automática e EXR 2.0 automática.

O Civic 2016 ainda mantinha a caixa automática de cinco marchas com conversor de torque e opção de trocas manuais em paddle shifts, enquanto o 1.8 litro podia ter opção manual de seis marchas.

Leia também sobre o Civic 2015.

Civic 2016 – detalhes

O Civic 2016 trouxe de volta a versão EXR com motor 2.0 e transmissão automática de cinco marchas, que adicionou novos itens ao sedã médio da Honda.

O Civic EXR veio com seis airbags, ou seja, introduziu as bolsas infláveis tipo cortina, bem como também os controles de tração e estabilidade, conjugados com a direção elétrica, no sistema chamado VSA.

Este VSA altera a dinâmica de funcionamento da direção em caso de deslizamento da traseira ou dianteira em pistas molhadas, onde o controle de estabilidade atua, mas facilitando ao motorista o controle.

O EXR tinha ainda airbags laterais e assistente de partida em rampa, sendo itens novos da opção topo de linha do Civic 2016, assim como a multimídia com tela de 7 polegadas com sistema de navegação por GPS, Wi-Fi.

A LXR também tem controles de tração e estabilidade, VSA e assistente de rampa, mantendo as rodas aro 17 polegadas, que sempre a diferenciaram.

civic 2015 12

Seu motor era o R20 2.0 com comando único i-VTEC e sistema FlexOne, que tinha partida a frio com pré-aquecimento do combustível, dispensando o tanquinho com o bocal dianteiro.

Aliás, o Civic 2016 aderia ao sistema em todas as versões, inclusive com motor R18 1.8 litro das versões LXS 1.8 manual ou automática.

A versão LXR tinha motor 2.0 e câmbio automático, completando a gama do Civic, que era uma evolução do consagrado New Civic, da oitava geração.

O Civic 2016 tinha motor 1.8 i-VTEC FlexOne com 139 cavalos na gasolina e 140 cavalos no etanol, entregando 17,5/17,7 kgfm, respectivamente.

Já o 2.0 tinha 150 cavalos no primeiro e 155 cavalos no segundo, tendo torques de 19,3/19,5 kgfm.

Apenas o 1.8 não tinha paddle shifts nas trocas manuais do câmbio automático, com as LXR e EXR dispondo do recurso, porém, o 1.8 era o único a ter manual de seis marchas.

Sempre com suspensão traseira multilink e freios a disco nas quatro rodas com ABS, o Civic 2016 tinha ainda airbag duplo, sendo ambos obrigatórios.

Com conteúdo regular, o Honda Civic dessa época ainda era um carro apreciável e continua sendo no mercado de usados, um rival de peso do Toyota Corolla do mesmo ano.

Civic 2016 – versões

  • Honda Civic LXS 1.8 manual
  • Honda Civic LXS 1.8 automático
  • Honda Civic LXR 2.0 automático
  • Honda Civic EXR 2.0 automático

Civic 2016 – equipamentos

Honda Civic LXS 1.8 manual – Motor 1.8 e transmissão manual de seis marchas, mais faróis duplos, grade cromada, rodas de liga leve aro 16 polegadas, pneus 205/55 R16, antena no teto, maçanetas e retrovisores na cor do carro, para-choques na cor do carro e alarme.

Bancos em tecido, banco do motorista com ajuste em altura, alças no teto, para-sois com espelhos iluminados, luzes de leitura, retrovisor interno dia e noite, vidros elétricos com one touch nos dianteiros, travamento central elétrico e chave canivete com controle.

Direção elétrica, ar condicionado, freios a disco nas quatro rodas, freios com ABS e EDB, retrovisores elétricos, multimídia com tela de 5 polegadas, com Bluetooth, USB e auxiliar, quatro alto-falantes, computador  de bordo e câmera de ré.

Banco traseiro bipartido, cintos de três pontos, apoios de cabeça, controle de cruzeiro, fonte 12V, abertura interna do bocal do tanque e porta-malas, Isofix, iluminação no porta-malas, modo Econ, entre outros.

Honda Civic LXS 1.8 automático – Itens acima, mais transmissão automática de cinco marchas com modo Sport.

Honda Civic LXR 2.0 automático – Itens acima, mais motor 2.0, grade exclusiva, faróis com máscara negra, faróis de neblina, rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 205/50 R17, retrovisores com repetidores de direção e molduras em preto brilhante nas janelas.

Bancos em couro, volante em couro com paddle shifts, ar condicionado automático, controle de tração, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, VSA, apoio de braço com porta-copos no banco traseiro e sistema de som com dois tweeters.

Honda Civic EXR 2.0 automático – Itens acima, mais maçanetas cromadas, teto solar elétrico, multimídia com tela de 7 polegadas, Wi-Fi, navegador GPS e conexão HDMI.

Civic 2016 – preços

civic 2014 11

  • Honda Civic LXS 1.8 manual – R$ 68.030
  • Honda Civic LXS 1.8 automático – R$ 73.305
  • Honda Civic LXR 2.0 automático – R$ 77.548
  • Honda Civic EXR 2.0 automático – R$ 81.605

(*) Preços da tabela Fipe – dezembro/2022.

Civic 2016 – motor

O Civic 2016 tinha motores da linha R, sendo estes feitos em alumínio e com cabeçote SOHC com comando único i-VTEC com acionamento das 16 válvulas por meio de balancins ajustados eletronicamente.

Com comando de válvulas por corrente, esses motores R da Honda tinham ainda sistema de refrigeração selada por galão de fluido de refrigeração da Honda, um concentrado de etilenoglicol.

Altamente confiáveis, os motores R eram equipados com injeção multiponto com sistema FlexOne de partida a frio com etanol, por pré-aquecimento do combustível, sendo mais eficiente.

Com quatro cilindros em linha, o 1.8 tinha 1.799 cm³ com taxa de compressão de 10,6:1, entregando 139 cavalos na gasolina e 140 cavalos no etanol, ambos a 6.500 rpm.

O torque era de 17,5 kgfm no primeiro e 17,7 kgfm no segundo, ambos a 5.000 rpm.

Já o 2.0 tinha 1.997 cm³ e a mesma taxa de compressão, com 150 cavalos no derivado de petróleo e 155 cavalos no combustível vegetal, ambos 6.300 rpm, com torques de 19,3 kgfm no primeiro e 19,5 kgfm no segundo, ambos a 4.800 rpm.

A transmissão manual tinha seis marchas, enquanto a automática tinha cinco velocidades, com conversor de torque e paddle shifts com motor 2.0.

Civic 2016 – desempenho

  • Honda Civic 1.8 manual – 10,2 segundos e 190 km/h
  • Honda Civic 1.8 automático – 11,0 segundos e 190 km/h
  • Honda Civic 2.0 automático – 10,9 segundos e 190 km/h

Civic 2016 – consumo

  • Honda Civic 1.8 manual – 7,2/9,2 km/l e 10,9/13,5 km/l
  • Honda Civic 1.8 automático – 6,8/9,6 km/l e 10,5/14,4 km/l
  • Honda Civic 2.0 automático – 6,4/9,4 km/l e 9,7/13,8 km/l

Civic 2016 – fotos

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse o nosso exclusivo Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Avatar photo
Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 27 anos. Há 16 anos trabalha como jornalista no PG jogos, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações.

PG jogos Mapa do site