PG jogos

Chevrolet Tracker vs VW T-Cross: Veja qual é melhor, ponto a ponto

volkswagen t cross 2024 comeri santos (1)
volkswagen t cross 2024 comeri santos (1)

A disputa no segmento de SUVs está cada vez mais acirrada, mas a dupla Tracker e T-Cross continua aparecendo no topo como os mais vendidos. Mas qual deles é melhor?

Para responder essa pergunta, vamos avaliar a dupla em 6 categorias: preços, versões e equipamentos, motorização, espaço interno, custo de manutenção e desempenho nas vendas.

É claro que existem outros fatores que poderiam ser levados em conta, mas esses são os principais. Além disso, cada consumidor tem seu gosto pessoal em relação ao design, mas é claro que isso não entra na discussão.

Então, quem leva essa disputa: Tracker ou T-Cross 2024? Confira!

Os dois são caros, mas um deles é ainda mais salgado

chevrolet tracker 2024 absoluta santos (1)
chevrolet tracker 2024 absoluta santos (1)

Tudo o que vamos citar neste comparativo é muito importante na hora de escolher qual SUV colocar na sua garagem, mas o preço sempre será um fator determinante em compras assim.

Pensando nisso, vamos falar um pouco sobre a gama de versões de cada modelo, o que vai ajudar a perceber qual deles acaba pesando mais no bolso de quem decide comprá-lo.

Começando com o modelo da Chevrolet, o Tracker AT Turbo é a versão de entrada e parte de R$ 130.920. Usando o mesmo conjunto mecânico, com motor 1.0 turbo de 116 cv, a versão mais cara é a LTZ, que sai por R$ 147.760.

Quando a motorização muda para o 1.2 turbo de 133 cv, o preço também dá um belo salto de R$ 16 mil! Esse é o caso das versões RS, com apelo esportivo, e Premier, a mais equipada da gama.

Confira todos os preços do Tracker 2024:

  • Tracker AT – R$ 130.920
  • Tracker LT – R$ 135.320
  • Tracker Midnight – R$ 145.560
  • Tracker LTZ – R$ 147.760
  • Tracker RS – R$ 163.820
  • Tracker Premier – R$ 166.780

Já o concorrente da Volkswagen aparece com uma estratégia bem diferente por aqui, oferecendo apenas quatro versões. Com exceção da versão de entrada Sense, que sai por R$ 121.990, todas as outras estão acima de R$ 140 mil.

Ou seja, o T-Cross começa mais barato que o Tracker, mas apenas na versão básica. As configurações mais vendidas Comfortline e Highline custam bem caro, especialmente a topo de linha, a única que troca o 1.0 TSI pelo 1.4 TSI.

volkswagen t cross 2024 comeri santos (2)
volkswagen t cross 2024 comeri santos (2)

Confira por quanto sai cada versão do T-Cross 2024:

  • T-Cross Sense – R$ 121.990
  • T-Cross 200 TSI – R$ 140.690
  • T-Cross Comfortline – R$ 158.990
  • T-Cross Highline – R$ 174.690

VENCEDOR: Tracker.

Qual oferece mais equipamentos?

chevrolet tracker 2024 absoluta santos (3)
chevrolet tracker 2024 absoluta santos (3)

Se o objetivo acima foi falar apenas de valores, aqui vamos entrar no detalhe do que oferece cada versão desses SUVs. Afinal, seria injusto falar apenas do preço sem levar em conta o que está sendo oferecido.

As versões mais baratas Tracker AT e T-Cross Sense oferecem 6 airbags, A/C, direção assistida, banco do motorista com regulagem de altura, controle de tração e estabilidade, assistente em rampas e rodas aro 16 com calotas.

Além desses itens, o Tracker 2024 de entrada ainda tem DRL em LED, câmera de ré, chave presencial, piloto automático e a central MyLink de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, USB e Bluetooth

Por outro lado, o T-Cross de entrada tem apenas sensor de estacionamento traseiro e lanternas em LED como diferenciais. Ou seja, comparando as listas de equipamentos de série, o modelo da Chevrolet sai na frente.

volkswagen t cross 2024 comeri santos (3)
volkswagen t cross 2024 comeri santos (3)

Mas o que dizer da outra ponta, quando olhamos para a versão mais cara de cada SUV? Nesse caso, ambos vem com ar-condicionado digital, carregador wireless para smartphones, rodas de 17 polegadas, bancos com revestimento premium e sensor de chuva.

O Tracker Premier adiciona alerta de colisão frontal, alerta de frenagem de emergência, alerta de ponto cego, Easy Park e teto solar panorâmico, enquanto o T-Cross Highline tem ACC, painel digital de 10,25″, multimídia VW Play de 10,1″ e detector de fadiga do motorista.

VENCEDOR: Tracker.

Indo além do 1.0 turbo

chevrolet tracker 2024 absoluta santos (2)
chevrolet tracker 2024 absoluta santos (2)

Ao voltar nossa atenção para a motorização de cada SUV, parece que teremos uma situação bem parecida. Afinal, os dois começam sua linha com propulsores de 1,0 litro, com 3 cilindros e turbocompressor.

Ao ver os números, porém, as similaridades começam a ficar para trás. Enquanto o Tracker entrega 116 cv e 16,3/16,8 kgfm, o T-Cross vem com 116/128 cv e 20,4 kgfm, mostrando sua superioridade em potência e torque.

Além disso, o SUV da Volkswagen tem injeção direta, enquanto o Chevrolet conta com injeção multiponto. O câmbio é automático e com 6 marchas nos dois, e ambos tem tração dianteira.

Os números superiores na ficha técnica acabam colocando o T-Cross com desempenho acima do rival. Seu 0 a 100 km/h é feito em 10,4 segundos (contra 10,9), enquanto a máxima é de 184 km/h (versus 177 km/h).

No consumo, o Tracker 1.0 turbo faz 7,8 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada, com etanol, além de 11,2/13,6 km/l com gasolina, respectivamente. Os modelos 1.2 turbo tem médias de 7,2/9,2 km/l com etanol e 10,4/13,2 km/l com gasolina.

Enquanto isso, o T-Cross 1.0 TSI faz 8,3 km/l na cidade e 10 km/l na estrada com etanol, e 12/14,4 km/l, respectivamente, com gasolina. Finalmente, o modelo 1.4 TSI faz 8,2/10 km/l com etanol e 11,8/14,2 km/l com gasolina.

Ou seja, o SUV da VW tem números melhores na ficha técnica, no desempenho e também no consumo.

VENCEDOR: T-Cross.

Menor por fora, maior no entre-eixos

As famílias que estão de olho no Tracker ou no T-Cross também querem saber como é andar em cada um desses SUVs. Além do espaço interno, o tamanho do porta-malas também é outro fator importante na compra.

Para isso, vale destacar que o Tracker é maior em comprimento (4,27 m x 4,19 m), largura (1,79 m x 1,76 m) e altura (1,62 m x 1,56 m). Surpreendentemente, porém, o T-Cross ganha no entre-eixos (2,65 m x 2,57 m).

Quando falamos sobre espaço interno, principalmente no vão para as pernas dos ocupantes traseiros, não tem jeito: o entre-eixos acaba determinando qual carro é superior.

No porta-malas, a história é diferente, pois o Tracker oferece 393 litros, contra 373 litros do T-Cross.

VENCEDOR: Empate.

Quem gasta mais na manutenção?

Os dois modelos seguem a tendência do mercado, com revisões a cada 10.000 km ou 12 meses. Além disso, a garantia de fábrica para ambos é a mesma, de 3 anos.

Quando olhamos para os detalhes no plano de revisões de cada marca, vemos pontos positivos e negativos dois dois lados. A Chevrolet, por exemplo, oferece revisões com valores mais acessíveis, variando entre R$ 452 e R$ 1.040.

Enquanto isso, as versões 1.0 TSI do SUV da VW gastam entre R$ 733,95 e R$ 1.569,38. Ou seja, o valor total até os 60 mil km é de R$ 4,7 mil na Chevrolet e R$ 5,4 mil na Volkswagen.

Por outro lado, a versão mais cara do T-Cross, a única com motor 1.4 TSI, faz parte do programa Revisão de Série, deixando as 3 primeiras revisões gratuitas. Com isso, esse modelo gasta apenas R$ 3,2 mil no mesmo período.

VENCEDOR: Empate.

Tracker T-Cross 1.0 TSIT-Cross 1.4 TSI
10.000 kmR$ 452,00R$ 744,17(sem custo)
20.000 kmR$ 936,00R$ 826,95(sem custo)
30.000 kmR$ 696,00R$ 733,95(sem custo)
40.000 kmR$ 1.040,00R$ 1.569,38R$ 1.696,34
50.000 kmR$ 668,00R$ 733,95R$ 733,95
60.000 kmR$ 936,00R$ 826,95R$ 826,95
TOTALR$ 4.728,00R$ 5.435,35R$ 3.257,24

Uma briga acirrada nas vendas

E o que dizer do desempenho nas vendas em 2023? Esse é outro fator que deve ser levado em conta, ainda que ele seja menos importante para a maioria dos consumidores.

Se levarmos em conta os números entre janeiro e outubro desse ano, veremos que Tracker e T-Cross disputam a primeira posição entre os SUVs por aqui. Isso deixa claro como os dois são procurados em nosso mercado, ainda mais num segmento com tantas opções.

O concorrente da VW está levando a melhor, e com certa folga: foram 58.125 unidades vendidas até outubro, com 9,30% de participação no segmento e uma média de 5.800 carros emplacados por mês.

Já o SUV da Chevrolet aparece logo atrás, com 53.979 vendas nesse período, 8,63% de participação e média mensal na casa de quase 5.400 carros. Em outubro, porém, a disputa foi bem acirrada, com uma diferença de apenas 55 carros a favor do alemão.

VENCEDOR: T-Cross.

Conclusão

Como destacamos no tópico acima, Tracker e T-Cross aparecem como os SUVs mais vendidos do mercado brasileiro atualmente. Ou seja, a briga entre eles prometia ser muito boa.

Nos seis quesitos em que foram avaliados, o concorrente da Chevrolet levou a melhor em dois (preços e versões/equipamentos), enquanto o rival da VW ficou acima em outros dois (motorização e desempenho nas vendas). No restante (espaço interno e custo de manutenção), houve empate.

Isso mostra como a diferença entre eles é bem pequena. O Tracker tem um pacote mais recheado, oferecendo itens de série que o T-Cross não tem, além de ter versões com preços mais acessíveis.

Do outro lado, o T-Cross agrada pelo conjunto mecânico, amplamente usado pela marca em nosso mercado. Por esse motivo (e por outros), ele continua liderando seu segmento.

No fim das contas, você precisa avaliar quais quesitos são mais importantes em sua situação e, assim, vai conseguir levar pra casa o melhor SUV.

E pra você, qual deles é o melhor e por quais motivos?

Fichas técnicas

Tracker

T-Cross

Preço R$ 130.920 a R$ 166.780R$ 121.990 a R$ 174.690
Motor1.0 turbo ou 1.2 turbo1.0 TSI ou 1.4 TSI
Potência e torque116 cv e 16,8 kgfm / 133 cv e 21,4 kgfm128 cv e 20,4 kgfm / 150 cv e 25,5 kgfm
CâmbioAutomático de 6 marchasAutomático de 6 marchas
Aceleração e velocidade máxima1.0T – 10,9s e 177 km/h1.0T – 10,4s e 184 km/h
1.2T – 9,4s e 185 km/h1.4T – 8,7s e 198 km/h
Consumo cidade1.0T – 7,8 km/l (E) e 11,2 km/l (G)1.0T – 8,3 km/l (E) e 12 km/l (G)
1.2T – 7,2 km/l (E) e 10,4 km/l (G)1.4T – 8,2 km/l (E) e 11,8 km/l (G)
Consumo estrada1.0T – 9,6 km/l (E) e 13,6 km/l (G)1.0T – 10 km/l (E) e 14,4 km/l (G)
1.2T – 9,2 km/l (E) e 13,2 km/l (G)1.4T – 10 km/l (E) e 14,2 km/l (G)
Rodas e pneus215/60 R16 ou 215/55 R17205/60 R16 ou 205/55 R17
Medidascomprimento, 4,27 m; altura, 1,62 m; largura, 1,79 m; entre-eixos, 2,57 mcomprimento, 4,19 m; altura, 1,56 m; largura, 1,76 m; entre-eixos, 2,65 m
Tanque44 litros52 litros
Porta-malas393 litros373 litros
Peso 1.228 kg a 1.248 kg1.252 kg a 1.292 kg
google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



viny
Autor: Viny Furlani

Trabalha no segmento automotivo há mais de 18 anos. Desde 2009 trabalha como jornalista no PG jogos, escrevendo avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos.

PG jogos Mapa do site