PG jogos

Avaliação Peugeot 208 Style 1.0: proposta atraente para cidade

peugeot 208 style avaliacao na 54

O Peugeot 208 ganhou alma nova com a chegada da Stellantis, assumida no Brasil pelo pessoal da extinta FCA, ajustando o hatch ao mercado brasileiro de fato.

Uma das ações da Stellantis de sotaque mineiro foi adicionar novas versões de acesso ao 208 e a Style foi um adicional importante para acelerar as vendas do modelo, mas com motor 1.0.

É aquilo, não existe almoço grátis. Então, pelo pacote oferecido na Style, o preço é pagar por um carro 1.0, ainda que ele tenha a vantagem de ser econômico, apesar do custo ao andar.

Com até 75 cavalos, o 208 Style deve muito em desempenho, buscando desempatar com um foco mais urbano, adicionando bom recheio e preço de R$ 84.990, praticado há algum tempo.

Por fora…

peugeot 208 style avaliacao na 12

Visualmente, o Peugeot 208 Style cumpre o que promete no nome, com faróis de LED escurecidos e dotados de luzes diurnas em LED com as presas do leão e alusão às garras.

Os retrovisores são em preto brilhante com repetidores de direção, assim como as rodas de liga leve aro 16 polegadas com pneus 195/55 R16 são igualmente escurecidas.

Molduras das janelas em preto, com o teto panorâmico e o defletor de ar pronunciado em preto brilhante na tampa traseira reforçam a proposta, tal como o nome Style nas colunas C.

As lanternas triplas em LED com lentes escuras num fundo preto ampliam a coisa, assim como o para-choque com moldura preta e um pequeno difusor de ar junto ao escape simples.

Por dentro…

peugeot 208 style avaliacao na 22

O interior do Peugeot 208 Style não foge da profusão de plásticos nas portas e outras partes do acabamento, como na coluna B, que se desprendeu com o esbarrar do condutor ao entrar.

Como no 2008, o 208 tem posição de dirigir recuada e exige manobra para pessoas de estatura alta, sendo a primeira vez que isso aconteceu. Já os ajustes de banco e volante são bons.

O volante ovalizado segue o padrão Peugeot, mas sem couro, enquanto as portas se unem ao painel também por um friso em preto brilhante.

O painel e as portas têm textura diferenciada para disfarçar os plásticos, e o desenho é agradável, tendo cluster analógico simples com conta giros anti-horário e display central.

peugeot 208 style avaliacao na 29

A multimídia tem boa tela de 10 polegadas, que pode ser dividida para se visualizar mais de uma funcionalidade, tendo tudo digital, até o ar condicionado e incluindo a câmera de ré.

Esta vem com visualização em 180 graus, com zoom ou padrão, além de modo automático, auxiliada por sensores de estacionamento na traseira.

A multimídia tem otimamente conexão sem fio para Android Auto e CarPlay, enquanto abaixo das teclas de piano do 208, fica o alojamento do smartphone com tampa em preto brilhante.

Com carregamento indutivo do aparelho móvel, o 208 Style amplia os mimos úteis, tendo ainda duas entradas USB, mais espaço aberto abaixo.

peugeot 208 style avaliacao na 42

O espaço na frente é ótimo para qualquer estatura, mas atrás é apertado se o pessoal na frente não se encolher. O teto de vidro panorâmico é quase natural em um Peugeot.

Já o porta-malas peca por ter somente 265 litros e também pelo banco traseiro ser inteiriço, o que complica bastante na hora de acomodar compras de supermercado ou bagagem eventual.

Por ruas e estradas…

A “bagagem eventual”, mencionada acima, não foi dito por acaso, visto que o Peugeot 208 Style é, como o título diz, uma proposta atraente, mas só para a cidade e a culpa é do motor.

No toma lá, dá cá, a Peugeot deu o que muitos queriam, mas cobrou seu quinhão com o motor Firefly 1.0 6V, que só não é a menor oferta da Stellantis, porque existe (ainda) o Fire 1.0…

O pequenino de três cilindros e duas válvulas por pistão, foi adicionado a um carro que pesa 1.102 kg, para isso, teve que receber uma boa calibração do câmbio manual de cinco marchas.

peugeot 208 style avaliacao na 50

Com 71 cavalos na gasolina e 75 cavalos no etanol, ambos a 6.000 rpm, o Firefly 1.0 foi ajustado para focar no torque, de 10,0 kgfm no primeiro e 10,7 kgfm no segundo, a 3.250 rpm.

Mais fraco por conta do Proconve L7, o Firefly 1.0 perdeu na potência e focou na força, traduzida por curtíssimas relações das duas primeiras marchas, e uma terceira mais equilibrada.

Com isso, o Peugeot 208 Style surpreende até na saída, com uma resposta animadora, indo bem até a terceira marcha, que praticamente é o que se usa na cidade sem perder embalo.

Tendo engates justos e precisos, o câmbio não chega a ter a maciez do câmbio da Fiat, mas cumpre o que se espera num Peugeot, ainda com embreagem macia e de bom curso.

Logo na saída, o ponteiro invertido do tacômetro salta para mais de 3.000 rpm, com as demais marchas entrando e mantendo-se bem na casa dos 2.500 rpm em terceira.

Apresentando certa disposição urbana, o 208 Style vai bem até enfrentar subidas elevadas, onde o Firefly 1.0 naturalmente acusará sua falta de empatia com trechos íngremes.

peugeot 208 style avaliacao na 7

Dependendo do movimento na via (plana), o indicador de marchas até recomenda as duas marchas acima, descendo o ponteiro para pouco menos de 1.500 rpm.

Mesmo com carro cheio, dá para encarar o trânsito urbano com vias de todo o tipo, graças às marchas curtas que ajudam naquele gás adicional com giro bem alto e necessário.

Nisso, o nível de ruído incomoda um pouco, mas já é algo esperado, porque o Firefly 1.0 gritará mesmo quando usado como se deve em situações que exigem mais força.

Apesar disso, ele vai bem e não se pode queixar de um 1.0 como este, especialmente com gasolina, o que significa ter pouco mais de 70 cavalos disponíveis.

O consumo foi de 13,2 km/l, bom se considerarmos a proposta, enquanto na estrada, conseguimos 16,2 km/l com o mesmo combustível, o velho derivado de petróleo.

Todavia, a estrada não é um ambiente tão receptivo para o 208 Style, por conta de sua fraqueza nítida em velocidades mais altas, pois, os 71 cavalos não dão conta.

peugeot 208 style avaliacao na 34

No plano, é suficiente e oferece bom consumo de gasolina, mas quando a coisa é ultrapassar, é necessária avaliação prévia para não ficar vendido, especialmente em estradas simples.

Metendo uma terceira com giro indo na casa dos 5.000 rpm ou além, cortando em 6.000 rpm, pode-se conseguir algo, mas nem sempre dá para ganhar no grito, como em subidas de serra.

Nesse caso, quarta marcha quase sempre e se o trânsito piorar, contente-se em acompanhar os mais lentos, pois, não há o que fazer. Deve-se respeitar o limite do carro e deixar passarem.

Com giro acima de 4.000 rpm numa tocada a 80 km/h nesse caso, devagar se vai longe, tendo a consciência de que a cidade é o habitat do 208 Style, onde ele se sente à vontade.

Rodando a 110 km/h, o ponteiro fica na casa dos altos 3.400 rpm, mas com ruído aceitável, enquanto a direção elétrica confere ao hatch um bom controle e conforto no dia a dia.

peugeot 208 style avaliacao na 16

Já os freios são suficientes para sua tocada, enquanto a suspensão tem um conjunto aceitável, absorvendo de forma agradável, as imperfeições do solo.

Boa em estabilidade com suas rodas 195/55 R16, a suspensão do Peugeot 208 Style está dentro do esperado. Bem equilibrado, o 208 tem uma dinâmica de condução interessante.

Por você…

O Peugeot 208 Style dá uma boa oportunidade de acessar tecnologias necessárias por um preço interessante na realidade do mercado, ainda que o motor 1.0 seja o lastro a carregar.

Tanto visualmente como em conteúdo, o 208 Style carrega celular sem fio, enquanto da mesma forma se utiliza de seus navegadores Waze e Google Maps.

peugeot 208 style avaliacao na 19

Com teto panorâmico, volante ovalizado do i-Cockpit e teclas cromadas, num ambiente dominado por uma tela de 10 polegadas com câmera de 180 graus, o 208 Style agrada.

Para ficar completo, o ideal seria ter o Firefly 1.3 8V e uma opção CVT com piloto automático/limitador, mas aí a Stellantis cobrará o olho da cara, e ela ainda tem o EC5M 1.6…

No mercado, o 208 Style por R$ 84.990 tem um pacote melhor que o Polo MPI de R$ 86.390, nem se comparando (nesse quesito) ao Polo Track (R$ 81.370) ou Onix 1.0 (R$ 84.390).

peugeot 208 style avaliacao na 4

A proposta é oferecer conteúdo em troca de um desempenho inferior a estes, ou seja, agradar o cliente com algo mais que apenas plásticos e um conteúdo bem básico.

Mesmo assim, o Peugeot 208 Style oferece um 1.0 já reconhecido pelo mercado e de assistência ampla na Stellantis, além de econômico. Vale a pena? Sim, se a ideia é ter um pouco mais que o básico.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Peugeot 208 Style 1.0 MT

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 3 em linha, flex

Cilindrada – 999 cm³

Potência – 71/75 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 10,0/10,7 kgfm a 3.250 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Manual de 5 marchas

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 13,4 segundos

Velocidade máxima – 162 km/h

Rotação a 110 km/h – 3.400 rpm

Consumo urbano – 13,2 km/litro (gasolina)

Consumo rodoviário – 16,2 km/litro (gasolina)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 16 com pneus 195/55 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.055 mm

Largura – 1.738 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.453 mm

Entre eixos – 2.538 mm

Peso em ordem de marcha – 1.102 kg

Tanque – 47 litros

Porta-malas – 265 litros

Preço: R$ 84.990

Peugeot 208 Style 1.0 2023 – Galeria de fotos

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do WhatsappeCanal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.


Últimas Notícias



unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no PG jogos, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X

PG jogos Mapa do site